Entre o Oriente e o Ocidente!

Quem acompanhou nossa viagem, sabe que a maior parte dela se deu no Oriente. Ate, quando chegamos na Europa no final da jornada, estivemos mais na Europa Oriental. Oriente e Ocidente sao termos que caem em desuso quando estamos no nosso dia a dia, mas lembramos muito deles quando viajamos.

No passado Oriente e Ocidente representavam mais que uma demarcacao geografica, representavam dois mundos distintos e ao mesmo tempo complementares, que viviam lado a lado, mesmo se as vezes um estivesse geograficamente para um ou para outro lado. Hoje eles estao se aproximando, mas tivemos a sorte de buscar lugares que essa diferenca ainda esta bem acentuada. Minha intencao ‘e falar um pouco destas diferencas que se revelam quando se est’a no Oriente. E ate responder porque nao concentramos nossa viagem no Ocidente.

As primeiras diferencas que se percebe ‘e do sistema de pensamento. Eles nao foram tao marcados como a gente com o periodo renascentista, a queda de Deus e todas as suas consequencias posteriores. Enquanto nos estivemos pensando nisso, muitos deles ainda pensavam em coisas muito mais basicas e imediatas como, por exemplo, garantir a sobrevivencia ou conseguir a independencia de algum pais Europeu.

Por isso, quando voce esta no Oriente – refiro-me aos paises subdesenvolvidos, a ultima coisa que voce ve ‘e infra-estrutura e organizacao. As coisas nao funcionam. Eles pecam no basico. Formar uma fila exige muito estudo para conseguir se concretizar. De outro lado, as tradicoes e a religiao estao presentes, sustentando todo o seu caos.

Quando eles nos encontram, nos veem como superiores, superiores em ordem e  materia. Tentam nos copiar como n’os sul americanos copiamos os Estados Unidos. Pois somos mais fortes em dinheiro e em poder que eles. E a lei do mais fraco buscar ser como o mais forte ‘e uma tendencia ontologica do ser humano. Se nao fosse assim, nao buscariamos Deus. Os indianos, por exemplo, quando estavamos na India, eles adoravam pegar meu oculos escuros e provar! Aquilo era especial para eles.

Ja no Ocidente, com a queda de Deus e o Imperio do Relativismo, onde tudo cabe a mim e a voce, o cristianismo foi enfraquecendo e enfraquecendo, principalmente com alguns abusos da igreja catolica. E o nosso homem hoje se orgulha de rechassa-la o tempo todo, generalizando fatos, como se a Igreja tivesse como unico objetivo na vida nos manipular, enganar e abusar de criancinhas. Eu fico horrorizada como perdemos o senso critico. Bom, e dai? No que nos tornamos fracos? No Sagrado! Jesus era nossso elo. E isso se acentua mais ainda quando subimos para os paises desenvolvidos da Europa.

Na India, olhava os turistas ocidentais fazendo o mesmo movimento que os indianos faziam com o meu oculos. Eles sao mais fortes em espirito, certo? E nesse ponto tentamos imita-los. Os turistas imitavam suas religioes num ponto quase ridiculo, como  o indiano ao provar o meu oculos que se olhava no reflexo do vidro do carro e tirava fotos fazendo pose. O turista ocidental nao ficava para tras.

Chegavam na India, especialmente em cidades com varios ashrams, e se fantasiavam em poucos dias. Passavam a usar varios colares de rudraksha, que é como usar um crucifixo no Ocidente. E depois a coisa so ia piorando, se fantasiavam de yogues, uns andavam quase ao estilo Adao e Eva segurando um pau para se apoiar exatamente como faziam os yogues e, claro, testas pintadas para ca e para la. Quando voce conversava com eles muito poucos sabiam o significado de cada um daqueles aderecos. Bem ao estilo de um homem material, comecando primeiro pelo externo, como se a roupa fosse te trazer iluminacao. Soube de alguns casos de turistas que tiveram que ser buscados pelos pais, pois piraram de vez.

No ashram do Ramana Maharish, um dos maiores santos hindus, uma das maiores provas do tratado Divino, muitos passavam os dias la, mas quando eu perguntava: “voce sabe quem foi o Ramana?” Nao, nao tive tempo ainda de ver, mas gosto muito da energia desse lugar.” Essa da energia para ca e para la é de matar!

Outra coisa que era “ engracado” eram os Ocidentais falando de como se tornar um Iluminado. Falavam da iluminacao como algo que se alcanca com um boa dose de determinacao, como passar numa prova de vestibular no Brasil de Medicina na Federal. Nao como uma forte inclinacao ao divino movimentado pelo proprio Divino, que so se concretiza em pouquissimas pessoas. Alem de ja pensarem em se tornar Iluminado como uma meta e nao no Sentido que move alguem a buscar a Iluminacao, que ‘e o maximo encontro possivel com a Divindade em tudo que existe. Outros ainda falavam do caminho da iluminacao como se estivessem formando um check-list, meditar tantas horas por dia, nao comer mais carne, respeitar a alimentacao ayurvedica, rezar, etc. Faltava so uma planilha de excel!

Nessas horas eu via a diferenca de sistema de pensamento. E como eram mundos tao distintos. Quando nos perguntam insistentemente porque nos nao viajamos mais pela Europa? Eu tenho vontade de responder: porque deveriamos ter viajado mais pela Europa?

Gosto muito da beleza da Europa, da limpeza das ruas, das vitrines das lojas, dos cafes, tortas e sorvetes e dos banheiros – esses especialmente, sao os melhores! A Arte? Tem muita arte hindu, arabe e persa de tirar o chapeu tambem. Mas quando decidimos fazer essa viagem, nao queriamos voltar mais descolados para o Brasil, com um corte de cabelo que ainda nao chegou, queriamos voltar melhores do que fomos! Melhores dentro, nao fora! E buscamos ir ate o mais forte hoje – forte em Espirito!

Anúncios
por tambemsai Postado em India

4 comentários em “Entre o Oriente e o Ocidente!

  1. Filha… respeito!
    Respeito é esta virtude que voces inspiram pela busca no sentido desta viagem:
    ” queriamos voltar melhores do que fomos! Melhores dentro, nao fora! E buscamos ir ate o mais forte – forte em Espirito!”
    Recordei agora que o ” silencio é mais eloquente que muitas palavras”…
    Silencio em respeito a voces Bibi e Gui!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s